terça-feira, 25 de setembro de 2012

Código de Vida



“Siga tranqüilo por entre o clamor e a impaciência e lembre-se de que a paz pode se esconder no silêncio. Esteja bem com todos até onde não seja preciso sacrificar os seus princípios. Diga a sua verdade de um modo sereno e claro e ouça os outros; mesmo os tolos e ignorantes, eles também têm a sua história. Evite as pessoas vulgares e agressivas, pois elas são vexatórias ao espírito. Não se compare aos outros, para não se tornar vaidoso ou amargo, pois sempre haverá melhores e piores que você.
Desfrute de suas realizações tanto quanto de seus planos. Interesse-se por sua profissão por mais humilde que seja; ela é um bem verdadeiro na sorte inconstante da vida. Tenha prudência em seus negócios, pois o mundo está cheio de traições. Mas não deixe que isto o torne cego para o valor; são muitas as pessoas que lutam por um ideal nobre e por toda parte a vida está cheia de heroísmo. Seja autêntico, sobretudo não simule afeição. Mas não deixe de crer no amor, pois face a toda aridez e desilusões ele é tão perene quanto a relva. Aceite graciosamente o conselho dos anos, abrindo mão de bom grado das coisas da juventude.
Fortaleça seu espírito para poder enfrentar os golpes súbitos do destino. Mas não se torture com os produtos de sua imaginação. Muitos pesadelos são frutos do cansaço e da solidão. Tenha uma disciplina sadia, mas não exija demais de si mesmo. Você é uma parte do Universo, como as árvores e as estrelas. Você tem o direito de estar aqui. E, quer lhe pareça claro ou não, o Universo está evoluindo como deve ser.
Portanto, esteja em paz com Deus, qualquer que seja a sua concepção do mesmo. E, quaisquer que sejam as suas vicissitudes ou aspirações, no ruidoso tumulto da vida, esteja em paz com a sua consciência. Apesar de todas as falsidades; de todos os transtornos e de todos os sonhos desfeitos, o Mundo é belo. Portanto, procure ser sempre feliz.”
Texto encontrado na Igreja de Saint Paul, em Baltimore (EUA) em 1792.

domingo, 23 de setembro de 2012

Vocação para a felicidade


Não escreverei versos chorosos
cantando tristezas infinitas,
amores impossíveis, saudades
dolorosas,e paixões trágicas .
Tenho a vocação para a felicidade.
Ser feliz não me traz sentimento
de culpa.
Não preciso da tristeza para justificar
a inutilidade da vida.
Não preciso morrer e ir ao céu para
encontrar a felicidade.
Quero-a e tenho-a neste espaço
terreno do aqui e do agora.
A felicidade, tal e qual o amor, está
dentro de mim e transborda em
ternuras, em melodias, em carinhos,
em alegrias, em cantos e encantos.
Sou feliz e não preciso me justificar.
Sorrio sem ver passarinho verde.
Não tenho medo de ser feliz.
Faço minha estrela brilhar sem receio
dos encontros, desencontros, encantos
e desencantos que o amor me diz.
Contrariedades? Eu as tenho!
E quem não as tem na vida secular?
Escassez de dinheiro?
Nem é bom falar.
Amores não correspondidos?
Separações? Rejeições?
Saudades incuráveis?
Carinhos reprimidos, ternuras
guardadas, sem a contra parte
do outro?
Eu tenho aos montões.
Sou o rei das perdas, necessárias
ao meu crescimento.
Contudo quem não soube a sombra
não sabe a luz.
E num livro de matemática existencial
juntei todos esses problemas insolúveis,
com as respostas nas últimas páginas.
Mas pra que me debruçar sobre eles,
procurando a solução se a própria
vida me conduz a resposta final?
Sem medo de ser feliz vou por
aqui e por ali…
Por onde os caminhos, as trilhas,
os atalhos me levarem, traçando
meu rumo.
Às vezes com alguma tristeza,
mas quem disse que a felicidade
é o contrário da tristeza?
Tristeza é só uma momentânea
falta de alegria!
É, amigo, amanhã é sempre um
novo dia e quando a infelicidade
passar por aqui, minhas malas
estarão prontas para eu ir por ali.

Carlos Drummond de Andrade

SOLIDÃO CONTENTE

 O que as mulheres fazem quando estão com elas mesmas
 *por Ivan Martins


Ontem eu levei uma bronca da minha prima. Como leitora regular desta coluna, ela se queixou, docemente, de que eu às vezes escrevo sobre solidão feminina com alguma incompreensão.

Ao ler o que eu escrevo, ela disse, as pessoas podem ter a impressão de que as mulheres sozinhas estão todas desesperadas e não é assim. Muitas mulheres estão sozinhas e estão bem. Escolhem ficar assim, mesmo tendo alternativas.

Minha prima sabe do que está falando. Ela foi casada muito tempo, tem duas filhas adoráveis, ela mesma é uma mulher muito bonita, batalhadora, independente e mora sozinha.

Ontem, enquanto a gente tomava uma taça de vinho e comia uma tortilha ruim no centro de São Paulo, ela me lembrou de uma coisa importante sobre as mulheres: o prazer que elas têm de estar com elas mesmas.

Eu gosto de cuidar do cabelo, passar meus cremes, sentar no sofá com a cachorra nos pés e curtir a minha casa, disse a prima. Não preciso de mais ninguém para me sentir feliz nessas horas.

Faz alguns anos, eu estava perdidamente apaixonado por uma moça e, para meu desespero, ela dizia e fazia coisas semelhantes ao que conta a minha prima. Gostava de deitar na banheira, de acender velas, de ficar ouvindo música ou ler. Sozinha. E eu sentia ciúme daquela felicidade sem mim, achava que era um sintoma de falta de amor.

Hoje, olhando para trás, acho que não tinha falta de amor ali. Eu que era desesperado, inseguro, carente. Tivesse deixado a mulher em paz, com os silêncios e os sais de banho dela, e talvez tudo tivesse andado melhor do que andou.

Ontem, ao conversar com a minha prima, me voltou muito claro uma percepção que sempre me pareceu assombrosamente evidente: a riqueza da vida interior das mulheres comparada à vida interior dos homens, que é muito mais pobre.

A capacidade de estar só e de se distrair consigo mesma revela alguma densidade interior, mostra que as mulheres (mais que os homens) cultivam uma reserva de calma e uma capacidade de diálogo interno que muitos homens simplesmente desconhecem.

A maior parte dos homens parece permanentemente voltada para fora. Despeja seus conflitos interiores no mundo, alterando o que está em volta. Transforma o mundo para se distrair, para não ter de olhar para dentro, onde dói.

Talvez por essa razão a cultura masculina seja gregária, mundana, ruidosa. Realizadora, também, claro. Quantas vuvuzelas é preciso soprar para abafar o silêncio interior? Quantas catedrais para preencher o meu vazio? Quantas guerras e quantas mortes para saciar o ódio incompreensível que me consome?

A cultura feminina não é assim. Ou não era, porque o mundo, desse ponto de vista, está se tornando masculinizado. Todo mundo está fazendo barulho. Todo mundo está sublimando as dores íntimas em fanfarra externa. Homens e mulheres estão voltados para fora, tentando fervorosamente praticar a negligência pela vida interior com apoio da publicidade.

Se todo mundo ficar em casa com os seus sentimentos, quem vai comprar todas as bugigangas, as beberagens e os serviços que o pessoal está vendendo por aí, 24 horas por dia, sete dias por semana? Tem de ser superficial e feliz. Gastando senão a economia não anda.

Para encerrar, eu não acho que as diferenças entre homens e mulheres sejam inatas. Nós não nascemos assim. Não acredito que esteja em nossos genes. Somos ensinados a ser o que somos.

Homens saem para o mundo e o transformam, enquanto as mulheres mastigam seus sentimentos, bons e maus, e os passam adiante, na rotina da casa. Tem sido assim por gerações e só agora começa a mudar. O que virá da transformação é difícil dizer.

Mas, enquanto isso não muda, talvez seja importante não subestimar a cultura feminina. Não imaginar, por exemplo, que atrás de toda solidão há desespero. Ou que atrás de todo silêncio há tristeza ou melancolia. Pode haver escolha.

Como diz a minha prima, ficar em casa sem companhia pode ser um bom programa desde que as pessoas gostem de si mesmas e sejam capazes de suportar os seus próprios pensamentos.

Repasse para suas amigas, especialmente para as que não sabem fazer sua "solidão contente!" e para seus amigos entenderem e valorizarem a riqueza interior de certas mulheres comparada aos homens.
*Ivan Martins é editor-executivo da revista  ÉPOCA



“Não ouse roubar a minha solidão, se não for capaz de me dar real companhia!”


Sábias palavras!



Primavera

energia que contagia...

Aproveite o clima de otimismo que surge com a chegada da estação mais florida para renovar a vida com pequenas atitudes que fazem toda a diferença para o corpo e para a alma.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Amor… respeito… E liberdade!



Aquilo que existe em mim e faz parte de mim… pode ser transformado… se eu quiser…

 Aquilo que é do outro… só pode ser transformado por ele… e será compreendido e aceito por mim… dentro dos meus limites… se existir respeito…
 Posso falar ao outro como me sinto em relação ao que ele faz ou diz… se houver liberdade…
 Não posso afirmar: “Aquilo que o outro fez ou disse me feriu…”
 Eu é que me feri com aquilo que ele fez ou disse… tenho opções.
 Eu sou dono das minhas emoções sensações e sentimentos… Também das minhas atitudes, pensamentos e palavras! maravilha…
 Não é coerente dizer que fiz algo para alguém só porque alguém fez isso comigo primeiro…
Se eu agisse assim, eu seria apenas resposta e eco… sem vida…
 É mais valioso optar por agir ao invés de apenas reagir…
É mais sensato perceber que sou dono das minhas ações… e se faço algo, sou o responsável por isso… tenho escolhas…
 Reconheço que as rédeas do meu destino estão nas minhas mãos… e me recuso a segurar as rédeas do destino do outro…
É meu direito…
 Busco o AMOR em sua mais bela expressão… e por isso abro mão de querer ter o controle sobre a vida do outro…
 Quero amar com liberdade!
Quero amar com plenitude!
Quero amar antes de tudo…
porque é bom…
Amar com respeito e liberdade…

                          Kali Mascarenhas

Solidão



Solidão não é a falta de gente para conversar,
namorar, passear …
Isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos 
pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar…
Isto é saudade.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, 
para realinhar os pensamentos…
Isto é equilíbrio.
Tampouco é a pausa involuntária que o destino nos impõe, compulsoriamente, 
para que revejamos a nossa vida…
Isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado…
Isto é circunstância.
Solidão é muito mais que isto…
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos
e procuramos em vão, pela nossa Alma!

It Will Rain

Boyce Avenue


 
                                                                     

                                                                               

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Pensamento


                                                                            
O pensamento tem poder infinito.
Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade.
Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva que detona o processo de vitória.
Ser otimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo.
Ao nascer o sentimento de entusiasmo, o universo aplaude tal iniciativa e conspira a seu favor, colocando-o a serviço da humanidade.
Você é quem escreve a história de sua vida – ao optar pelas atitudes construtivas – você cresce como ser humanoe filho dileto de Deus.
Positivo atrai positivo.
Alegria chama alegria.
Ao exalar esse estado otimista, nossa consciência desperta energias vitais que vão trabalhar na direção de suas metas. 
Seja incansavelmente otimista. Faz bem para o corpo, para a mente e para a alma.
É humano e natural viver aflições, só não é inteligente conviver com elas por muito tempo.
Seja mais paciente consigo mesmo, saiba entender suas limitações.
Sem esforço não existe vitória.
Ao escolher, com sabedoria, viver sua vida com otimismo, seu coração sorri,seus olhos brilham e a humanidade agradece por você existir.
Pablo Neruda 

Neste dia eu te desejo um sol diferente



Que apesar de todas as dificuldades,
Apesar de algumas tristezas que existem,
Que mesmo com essa montanha erguida,
O sol possa ser teu presente mais doce.
Desejo ao teu coração o querer que ele quer.
Que nas palavras que ele sussurra dentro do teu peito, sejam ouvidas aquelas que têm sabor de liberdade.
Que tu estejas atento para o sopro da tua vontade real, e jamais desistas dos teus passos em direção à verdade.
Desejo que tua percepção acorde mais plena
No calor de um sol novo e renovador.
Que ele te encoraje às atitudes
Que estão querendo respirar.
Aquelas que sempre são substituídas,
Aquelas que não se arrojam
Por ter os pesos de conceitos por demais antigos.
Desejo que tu aceites teu tempo, seja ele qual for.
Que sintas serenidade na espera necessária
Para que a semente plantada brote no tempo certo.
Desejo, então, que tua flor seja inteira,
E mesmo que inicialmente pequena e frágil,
Ela te traga as luzes de uma estrada azul.
Que tua sabedoria esteja desperta aguardando, com
tranquilidade, o desabrochar da tua flor,
Em paz, em cadência ritmada
Com o aprendizado que vem chegando,
Em mais suaves permissões para ti,
Em muito mais reconhecimento da tua coragem.
Desejo-te um sol diferente…
Espalhando teu sorriso pela densidade das nuvens,
Simplificando o aspecto complicado de alguns momentos e mostrando-te a fonte essencial para tua sede.
Desejo que a cada instante tu desnudes mais teu coração e deixes que nele vibre em tom maior:
O AMOR.
O amor na sua expressão mais simples.
Que não mede, não faz contas
E que tem o poder de te erguer
Acima de todas as montanhas escuras.
(Desconheço a autoria)

I Want It That Way

Boyce Avenue

                                                 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Quando minha mente está calma



“Quando a minha mente está calma, eu acesso uma confiança que é descanso e proteção.
Uma fé genuína na preciosidade da vida. Sinto que tudo em mim se reorganiza, silenciosamente, o tempo todo.
Que isso tem mais a ver com o meu olhar, com a natureza das sementes que rego, do que eu possa perceber.
Minha expectativa, tantas vezes ansiosa, de que as coisas sejam diferentes, dá lugar à certeza tranquila de que, naquele momento, tudo está onde pode estar.
Em vez de sofrer pelas modificações que ainda não consigo, eu me sinto grata pelas mudanças que já realizei.
E relaxo.
Quando a minha mente está calma, eu acesso uma clareza que me permite sentir, com mais nitidez, que há uma sabedoria que abraça todas as coisas.
Que o tempo tem uma habilidade singular para reinventar nosso roteiro com a gente, toda vez que redefinimos o que, de verdade, nos importa.
Que há um contentamento perene no nosso coração. Um espaço de alimento amoroso.
Uma fonte que buscamos raras vezes, acostumados a imaginar a felicidade somente fora de nós e a deslocá-la para distâncias onde não estamos.
Ana Jácomo


Espiritualidade e consciência




Espiritualidade é um estado de consciência;
Não é doutrina, não!
É o que se leva dentro do coração.
É o discernimento em ação!
É o amor em profusão.
É a luz nas idéias e equilíbrio na senda.
É o valor consciencial da alegria na jornada.
É a valorização da vida e de todos os aprendizados.
É mais do que só viver;
É sentir a vida que pulsa em todas as coisas.
É respeitar a si mesmo, para respeitar
o próximo e a natureza.


Wagner Borges

I Look To You

Boyce Avenue








terça-feira, 18 de setembro de 2012

A RESPOSTA CERTA



Recorda que todos os desafios do mal devem encontrar no campo de nossas almas a resposta em Jesus: Para o sarcasmo é caridade em forma de silêncio. Para a calúnia, a resposta é caridade em forma de perdão. Para o egoísmo, a resposta é caridade em forma de renúncia. Para o fanatismo, a resposta é caridade em forma de tolerância. Para a ingratidão, a resposta é caridade em forma de esquecimento. Para a preguiça, a resposta é caridade em forma de trabalho. Para a tentação, a resposta é caridade em forma de resistência. Para a ignorância, a resposta é caridade em forma de educação. Para a violência, a resposta é caridade em forma de brandura. Para o crime, a resposta é caridade em forma de socorro às vítimas da delinqüência. Para as trevas, a resposta é caridade em forma de luz. Para todas as atividades inferiores, a resposta é caridade em auxílio à criação do melhor. Em qualquer problema no caminho da vida, a resposta cristã será sempre desfazer a força do mal pela força do bem. 
Emmanuel

Apologize (Boyce Avenue)


Muito fera, canta d+. 

segunda-feira, 17 de setembro de 2012


"Nenhum vento sopra à favor de quem não sabe onde ir." 

Sêneca


A PAZ PROFUNDA


Havia um Rei que ofereceu um grande prêmio ao artista que fosse capaz de captar em uma pintura a Paz Profunda.

Muitos artistas apresentaram suas telas.

O Rei observou e admirou todas as pinturas, mas houve apenas duas de que ele realmente gostou e teve de escolher entre ambas.

A primeira era um lago muito tranqüilo. Este lago era um espelho perfeito onde se refletiam plácidas montanhas que o rodeavam. Sobre elas encontrava-se um Paraíso muito azul com tênues nuvens brancas.

Todos os que olharam para esta pintura pensaram que ela refletia a Paz Profunda.

A segunda pintura também tinha montanhas. Mas estas eram escabrosas e estavam despidas de vegetação. Sobre elas havia um Paraíso tempestuoso do qual se precipitava um forte aguaceiro com relâmpagos e trovões. Montanha abaixo parecia retumbar uma espumosa torrente de água. Tudo isto se revelava nada pacífico.

Mas, quando o Rei observou mais atentamente, reparou que atrás da cascata havia um arbusto crescendo de uma fenda na rocha. Neste arbusto encontrava-se um ninho. Ali, em meio ao ruído da violenta turbulência da água, estava um passarinho placidamente sentado no seu ninho... Em Profunda Paz!

O Rei escolheu a segunda tela e explicou: — PAZ PROFUNDA não significa estar em um lugar sem ruídos, sem problemas, sem trabalho árduo para realizar ou livre das dores e das tentações da encarnação. PAZ PROFUNDA significa que, apesar de se estar em meio a tudo isso, permanecemos calmos e confiantes no SANTUÁRIO SAGRADO do NOSSO CORAÇÃO. Lá encontraremos a Verdadeira PAZ PROFUNDA. Em SILENCIOSA MEDITAÇÃO.

We Found Love

Boyce Avenue



"A beleza agrada aos olhos, mas é a doçura das ações que encanta a alma."
                           

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Papi

Jennifer Lopez


video

 Conheço um monte de garotas que adorariam ganhar um biscoito desses... rsrs
Engraçado o clip, dei muita risadas aqui...
                                                                    

On ou OFF de que lado você esta?


Vídeo sobre o verdadeiro sentido da sustentabilidade e sobre a revisão de valores da nossa sociedade atual. 
Eu prefiro viver a maior parte do meu tempo em off. 
Polly

 

                                            

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

A felicidade mora ao lado


Será que nossos conceitos de felicidade, cidadania e qualidade de vida não estão distorcidos?
Às vezes me pergunto se não deveríamos conversar mais com nossos pais e avós. Se não deveríamos prestar mais atenção nos hábitos e costumes de nossos familiares e comparar com os dias de hoje.
Tenho buscado na rotina das crianças “urbanóides” de hoje, motivos para ser tão feliz quanto eu era na minha infância. Não consigo entender porque as pessoas que moram ainda no campo, longe das cidades, acreditam no êxodo rural como uma solução para suas vidas.
E realmente, não consigo entender como uma criança pode Ser feliz e saudável
Estando presa dentro de um apartamento o dia todo vendo TV?
Passando horas em frente a um vídeo GAME?
Vivendo de amigos sociais, em festas de aniversários feitas para os pais;
Sem aqueles brinquedos de madeira, improvisados e até feios, mas que funcionavam muito bem nas ruas tranqüilas de nosso passado.
Realmente não faz sentido como poderíamos ser tão felizes, jogando amarelinha, brincando de Estrear o novo toco, Passa anel, tico-tico fuzilado, pega ladrão, bolinhas de gude, rolimã, e até com saquinhos de leite presos a garrafas de água sanitária. Puxa, realmente éramos estranhos demais, anormais demais para esse mundo tão globalizado, tão cheio de tecnologia para nos manter aqui nessa cidade.
Qualidade de vida hoje é isso mesmo:
Morar em uma cidade poluída;
Pagar caro pela moradia;
Pagar caro pela nossa água;
Suportar um transito caótico e poluído;
Enfrentar o stress do dia a dia, sem saber como será o dia de amanhã
Passar por falta de recursos e até de comida muitas vezes.
Respirar um ar carregado, cheio de amarras, cheio de tanta coisa, mas com muito menos oxigênio puro.
Feliz mesmo era o caseiro de um pequeno sitio que eu tinha.
Tinha o que eu queria ter nos finais de semana, todos os dias, tinha comida, moradia, telefônica, televisão e transporte de graça na porteira para seus filhos irem à escola. Dinheiro livre para poupança e terra, muita terra para plantar.
E eu aqui, nessa cidade, julgando ser mais feliz! Apostando em um novo planeta igual, mas diferente, aonde o fim das sacolinhas e o retorno das “biribas” sejam só o começo para o retorno ao início do verdadeiro bom hábito e cultura de um povo.
Texto: Deivison Pedroza


Qual era o seu problema mesmo???




"O que tenho visto na vida são alguns princípios-chave
E a primeira coisa que vi é que devemos ser gratos
É difícil ser garto cara!
Te digo que quando eu tinha oito anos de idade
Pensava sobre minha vida, que nunca me casaria...
Que nunca teria um emprego, que nunca teria uma vida ou um propósito
Que tipo de marido eu serei?
Se nem mesmo poderei segurar a mão de minha esposa?
É uma mentira pensar que você não é bom o bastante...
Eu amo a vida! Sabem, as pessoas perguntam como posso sorrir tanto?
Sabem, as vezes é muito difícil sorrir quando acontecem coisas na vida
Que você não sabe ou não compreende
E você não sabe se conseguirá sobrepujar, você passa por uma tempestade na vida
E você não sabe quanto tempo a tempestade irá durar
Ser paciente, na verdade é algo muito difícil
Eu percebi que mesmo não podendo segurar a mão da minha esposa... poderei segurar seu coração!"
                                                             Nick Vujici

                                            

                                       


Muita motivação pra vc no dia hj...

"Seja fiel aos seus valores.
  Faça com amor e seja o melhor naquilo que faz.
  Lembre-se: Você é o único responsável pelo seu destino
  Coloque-se sempre em primeiro lugar!
  Ame o próximo  na mesma proporção que se ama!
 Somos todos capazes de ser e fazer.
 Não deixem que façam por você!
 Erre. Erre de novo! E através do erro,  ganhe EXPERIÊNCIA!
 Não seja tão duro com você mesmo!
 E, quando tudo parecer difícil, volte a ser uma criança novamente sem nenhum medo de responder    àquela simples pergunta: O que você quer ser quando crescer?

Texto: Deivison Pedroza

Uma História Real, de uma pessoa simples que começou ' do zero", que vem conquistando seus proprios sonhos. Uma mensagem emocionante sobre a importancia da fé, dos Sonhos e de suas experiencias, não importa quais sejam. 
Empreendedor de sucesso no BRASIL e em outros Países. Fundador de várias empresas e de projetos sociais, um grande comunidador e um Palestrante Apaixonado pelo que faz. Uma pessoa otimista com a vida e por novos desafios.







segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Beautiful One


Jeremy Camp




Único Belo

Maravilhoso, tão maravilhoso
És teu inesgotável amor
Tua cruz tem derramado misericórdia em mim
Nem um olho o viu , ouvido ouviu
nenhum coração sentiu plenamente
Quão glorioso, quão lindo tu és

Único Belo eu te amo
Único Belo eu te adoro
Único Belo minh'alma deve cantar

Poderoso, tão poderoso
Tua glória estremece os céus
Teu poderoso trabalho desperta todos para ver
A beleza da tua majestade
Alegre meu coração verá
Quão misericordioso, quão maravilhoso Tu és

Único Belo eu te amo
Único Belo eu te adoro
Único Belo minh'alma deve cantar
Único Belo eu te amo
Único Belo eu te adoro
Único lindo minh'alma deve cantar

Você abriu os meus olhos para um maravilhoso reviver
Você capturou meu coração com Teu amor
Porque nada na Terra é tão belo como Tu és
Você abriu os meus olhos para um maravilhoso reviver
Você capturou meu coração com Teu amor
Porque nada na Terra é tão belo como Tu és

Único Belo eu te amo
Único Belo eu te adoro
Único Belo minh'alma deve cantar
Único Belo eu te amo
Único Belo eu te adoro
Único Belo minh'alma deve cantar

Você abriu os meus olhos para um maravilhoso reviver
Você capturou meu coração com Teu amor
Porque nada na Terra é tão belo como Tu és

sábado, 1 de setembro de 2012

Eu Ainda Acredito

I Still Believe




Eu Ainda Acredito

Palavras soltas e pensamentos vazios
Parecem derramar do meu coração
Eu nunca me senti tão quebrantado assim
Parece que eu não sei por onde começar

Mas é agora que eu sinto a Sua graça derramada como a chuva
Me limpando de tudo e afastando minha dor

Porque eu ainda acredito na Sua fidelidade
Porque eu ainda acredito na Sua verdade
Porque eu ainda acredito na Sua Santa Palavra
Mesmo quando eu não vejo, eu ainda acredito

Questões que pareciam um nevoeiro em minha mente
Com promessas que eu pareço ainda carregar
Mesmo quando as respostas aparecem lentamente
É o meu coração que eu vejo o Senhor preparar

Mas é agora que eu sinto a Sua graça derramada como a chuva
Me limpando de tudo e afastando minha dor

Porque eu ainda acredito na Sua fidelidade
Porque eu ainda acredito na Sua verdade
Porque eu ainda acredito na Sua Santa Palavra
Mesmo quando eu não vejo, eu ainda acredito

O único lugar onde posso ir é em Seus braços
Onde lanço minhas orações debilitadas a Ti
E quebrantado eu posso ver que esta é Sua vontade para mim
Para eu saber que seu socorro está perto

Porque eu ainda acredito na Sua fidelidade
Porque eu ainda acredito na Sua verdade
Porque eu ainda acredito na Sua Santa Palavra
Mesmo quando eu não vejo, eu ainda acredito

Porque eu ainda acredito (Eu ainda acredito)
Eu ainda acredito (Eu ainda acredito)
Eu ainda acredito (Eu ainda acredito)
Eu ainda acredito (Eu ainda acredito)
Eu ainda acredito